CÂMARA REALIZA EXPOSIÇÃO HISTÓRICA, NO ARQUIVO PÚBLICO DE PERNAMBUCO

Destaque Matérias Notícias

A Abertura da Exposição Histórica “Revisitando a História de GOYANNA nas Páginas de Livros e Jornais que o Tempo não Apagou”, no Grande Recife, promovida pela Câmara Municipal de Goiana, em parceria com os governos estadual e municipal, foi realizada na sede do Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano, na manhã do dia 16 de novembro.

O evento contou com as presenças do coordenador do Arquivo Público de Pernambuco, Wilton de Melo, do vice-prefeito de Goiana, Fernando Veloso, do diretor Administrativo da Câmara Municipal, Gilberto Cordeiro, do curador da exposição e professor de História, Marcos Paulo, e do secretário de Desenvolvimento Econômico de Goiana, Valdemar Targino de Moura Neto.

Devido a realização de uma sessão ordinária da Câmara Municipal no mesmo horário, o presidente do Poder Legislativo de Goiana, Eduardo Batista, não pôde estar presente na cerimônia de Abertura do evento. No entanto, durante a tarde do mesmo dia, Batista fez questão de ir até o Arquivo Público de Pernambuco para prestigiar a exposição.

“Nossa missão não é apenas guardar esses documentos, mas, também, expor ao grande público. Não adianta guardar tanto conhecimento, tanta cultura, coisas valiosos para ficar fechadas em quatro paredes. Então, a ideia é que o público venha e prestigie”, explicou o coordenador do Arquivo Público de Pernambuco, Wilton de Melo.

O curador da exposição e professor de História, Marcos Paulo, destacou o protagonismo goianense no jornalismo e na literatura. “Como goianenses nós já temos essa veia cultural de promover e fazer história. Isto que estamos fazendo, através da Câmara Municipal de Goiana, chama-se educação patrimonial. Celebrando os duzentos anos de uma imprensa tão pujante, tão significativa e que contribuiu tanto. Nós vimos no Livro de Luiz do Nascimento (História da Imprensa de Pernambuco) que depois de Recife, é Goiana que tem a imprensa mais vibrante. E, nós queremos fazer memória à estes homens e mulheres e valorizar os seus escritos”, disse.

O diretor Administrativo da Câmara Municipal de Goiana, Gilberto Cordeiro, comemorou o sucesso da exposição, realizada em Goiana, nos meses de maio e junho, e agora em Recife. Ele ainda destacou a intenção de promovê-la em nível nacional.

A exposição, na sede do Arquivo Público de Pernambuco, em Recife, estará aberta ao publico até o dia 16 de dezembro, de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h.